Portal Oficial de Visconde do Rio Branco - MG

Som alto provoca confusão com grupo durante a madrugada, no centro de Viçosa

Policiais militares e equipes de fiscalização da prefeitura relatam desacato e agressão por parte das pessoas que dançavam com música alta na madrugada
Fonte: PMMG / Folha da Mata
WhatsApp
Facebook
Twitter
61e5dd57a7596
Foto: Reprodução / Redes Sociais

 

Uma fiscal de posturas acabou sendo agredida e policiais militares que acompanhavam uma ação de fiscalização da Prefeitura de Viçosa foram desacatados em uma ocorrência que teve início por volta das 23 horas de domingo e só terminou na madrugada desta segunda-feira, 17.

Segundo a polícia, uma professora universitária de 38 anos estava com um grupo na praça Doutor Cristóvão Lopes de Carvalho, centro de Viçosa, juntamente com o namorado, de 39 anos, e o filho, de 19. Moradores da região relataram que o grupo se divertia com música em alto volume e, em alguns registros divulgados em redes socais, algumas mulheres vestiam roupas íntimas e dançavam em cima dos bancos da praça.

Os fiscais de posturas da PMV foram acionados, e acompanhados da Polícia Militar, estiveram no local para apreender a caixa de som portátil usada. Neste momento, uma das pessoas teria impedido a fiscal de apreender o equipamento.

Depois que a caixa de som já estava dentro da viatura da PMV, um homem arrancou o objeto das mãos da fiscal, lhe causando dor e desconforto. Os policiais, então, tomaram frente da ocorrência, garantindo a segurança dos fiscais, e deram voz de prisão em flagrante aos presentes, que, por sua vez, ficaram exaltados e tiveram que ser contidos com o uso de spray de pimenta e técnicas de imobilização.

Os abordados ainda tentaram arremessar objetos contra os policiais, que novamente usaram spray de pimenta. Neste momento, algumas pessoas foram contidas e, mesmo depois disso, os policiais militares foram hostilizados. Uma das pessoas do grupo desacatou a polícia dizendo: “vocês somente são homens dentro dessa farda. Você sabe quem eu sou, seus merdas?”

Todos foram conduzidos para um ponto de REDS (Registro de Eventos de Defesa Social) onde assinaram TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) e, posteriormente, liberados.

 

 

 

Gostou? Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mulher foragida da Justiça do Rio é presa pela PCMG em Viçosa

Mulher foragida da Justiça do Rio é presa pela PCMG em Viçosa

    Na segunda-feira (16/5), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu, no município…
Ação do MPMG garante adequação de assistência fisioterapêutica no Hospital São Sebastião, em Viçosa

Ação do MPMG garante adequação de assistência fisioterapêutica no Hospital São Sebastião, em Viçosa

    A pedido do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), a Justiça deferiu liminar…
Tentativas de golpes pelas redes sociais crescem na região; viçosense perde mais de R$ 17 mil

Tentativas de golpes pelas redes sociais crescem na região; viçosense perde mais de R$ 17 mil

    As tentativas de golpes através das redes sociais seguem acontecendo em Viçosa. No…
FECHAR MENU

Estamos começando a criar o maior Portal de Informações da Cidade! Acesse sempre…

Cadastrar Rádio

Preencha o formulário para cadastrar sua Rádio em nosso Portal.