Traficante foragido que atuava na Zona da Mata é preso durante operação conjunta no RJ

O criminosos tinha atuação principalmente nos municípios de Visconde do Rio Branco, Ubá e Viçosa. Ele estava foragido desde 2017 do Complexo Penitenciário de Ponte Nova (MG).
Fonte: G1 - Zona da Mata
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Traficante com atuação na Zona da Mata foi preso em operação no estado do Rio de Janeiro — Foto: MPMG/Divulgação

Um traficante, que não teve a identidade informada, com atuação em cidades da Zona da Mata foi preso nesta sexta-feira (30) na Operação “Dupla-Face” em Campo dos Goytacazes (RJ). Ele estava foragido desde 2017 do Complexo Penitenciário de Ponte Nova (MG).

De acordo com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) Regional da Zona da Mata, o traficante tinha atuação principalmente nos municípios de Visconde do Rio Branco, Ubá, Viçosa e demais cidades que ainda estão sendo apuradas.

Durante a operação, ao ser abordado ele se apresentou como sendo outra pessoa, com declaração falsa de identidade, prática que já estaria sendo utilizada por ele para ludibriar as forças de segurança há algum tempo.

Além de estar foragido da Justiça, com três mandados de prisão em aberto, o alvo da operação é suspeito de atuar no tráfico interestadual de entorpecentes em toda a região da Zona da Mata e no estado do Rio de Janeiro. Ele tem uma condenação por tráfico ilícito de drogas com pena total superior a 20 anos de prisão.

O coordenador do Gaeco Regional da Zona da Mata, promotor de Justiça Breno Costa da Silva Coelho, destacou a integração com o Gaeco do Rio de Janeiro e a Coordenadoria de Segurança e Inteligência do Ministério Público do Rio de Janeiro (CSI/MPRJ) no combate ao crime organizado interestadual. Ele destacou que apenas em abril foram cerca de 30 prisões.

 

A operação desta sexta-feira é resultado de complexo aparato de planejamento operacional, técnicas especiais de investigação e prolongado trabalho integrado Gaeco Regional da Zona da Mata, o Gaeco do Rio de Janeiro e a CSI/MPRJ. A ação contou ainda com a participação do 8º Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro.

Dupla-Face

 

O nome da operação faz menção à dupla personalidade do indivíduo preso, que, utilizava documentos falsos e se apresentava como um microempresário no estado do Rio de Janeiro.

As investigações apontaram que a principal atividade dele seria o tráfico interestadual drogas, tendo como primordial área de atuação a Zona da Mata mineira e a cidade do Rio de Janeiro.

Gostou? Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Visconde do Rio Branco registrou 41 novos casos e 1 óbito confirmado de coranvírus

Visconde do Rio Branco registrou 41 novos casos e 1 óbito confirmado de coranvírus

Visconde do Rio Branco possui hoje 6.862 pessoas vacinadas contra a Covid-19. . Foram registrados…
Visconde do Rio Branco registrou 39 novos casos e 1 óbito confirmado de coranvírus

Visconde do Rio Branco registrou 39 novos casos e 1 óbito confirmado de coranvírus

Visconde do Rio Branco possui hoje 6.856 pessoas vacinadas contra a Covid-19. . Foram registrados…
MENU
GuiaVRB
Cadastrar Rádio

Preencha o formulário para cadastrar sua Rádio em nosso Portal.