Portal Oficial de Visconde do Rio Branco - MG

Mês de Esperança. Feliz Natal!

Auxílio mineiro tem 6,5 mil mortos cadastrados, e fraude pode gerar prejuízo de R$ 18 mil

Conforme a pesquisa, apenas com as informações de pessoas já falecidas podem ser economizados quase R$ 4 milhões
Fonte: Redação / Itatiaia
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
money-23872801920-21
Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

 

 

 

Um levantamento realizado pelo Tribunal de Contas de Minas Gerais (TCEMG) apontou indícios de irregularidades no cadastro de mais de um milhão de família elegíveis para receber o auxílio emergencial de mineiro. O estudo identificou que a falha pode gerar um prejuízo de cerca de R$18 milhões aos cofres do governo estadual. A análise foi feita com o apoio da Controladoria Geral do Estado (CGE-MG) e da Controladoria-Geral da União (CGU) e divulgado nesta quarta-feira (20).

A pesquisa encontrou 6.548 pessoas cadastradas como falecidas, quase 23 mil famílias com renda per capita acima do limite para o recebimento do benefício e quase 48 mil pessoas com vínculo empregatício na data de corte para ter o direito ao auxílio. O estudo foi enviado ao governo estadual na última semana, antes do início do pagamento dos benefícios.

De acordo com o Tribunal de Contas, a investigação foi feita através do cruzamento de dados do CadÚnico, cadastro do governo federal para inserção em programas sociais, e dos sistemas informatizados do órgão, além do SISOBI, sistema informatizado de registros de óbitos, e da GFIP, guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social.

Conforme a pesquisa, apenas com as informações de pessoas já falecidas podem ser economizados quase R$ 4 milhões. Já os benefícios destinados às famílias com renda per capita acima de R$ 89,00, valor definido na lei estadual, estariam na casa dos R$ 14 milhões.

O benefício Força-Família foi criado pela Lei Estadual nº 23.801, de 21 de maio de 2021, para ajudar famílias de Minas Gerais em vulnerabilidade social. O auxílio no valor de R$ 600,00, será pago em parcela única a famílias com renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa, inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

A reportagem da Itatiaia entrou em contato com o Governo de Minas e aguarda uma resposta.

 

Gostou? Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pequenos negócios geraram quase 80% das vagas de trabalho em outubro

Pequenos negócios geraram quase 80% das vagas de trabalho em outubro

    Com a abertura de 201,7 mil novos postos de trabalho, as micro e pequenas empresas…
Prazo para fazer cadastro escolar de 2022 termina hoje

Prazo para fazer cadastro escolar de 2022 termina hoje

    Os estudantes interessados em uma vaga em 2022 na rede pública de ensino…
INSS divulga calendário de pagamentos para 2022

INSS divulga calendário de pagamentos para 2022

  Os mais de 36 milhões de beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)…
FECHAR MENU

Estamos começando a criar o maior Portal de Informações da Cidade! Acesse sempre…

Cadastrar Rádio

Preencha o formulário para cadastrar sua Rádio em nosso Portal.